Digite sua busca e aperte enter


Jair Bolsonaro (PP RJ)  foi um dos deputados que recepcionaram Yoani Sánchez na Câmara

Imagem:

Compartilhar:

Jair Bolsonaro defende golpe militar de 1964 em recepção a Yoani Sánchez

Criado em 20/02/13 17h41 e atualizado em 21/02/13 18h21
Por Leandro Melito - Portal EBC

"Um pouquinho de história prezada Yoani", foi assim que o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) iniciou sua fala durante a recepção à blogueira cubana na Câmara dos Deputados. "[ O golpe de ] 64 foi uma imposição popular. A história está aí. Quem fala em ditadura militar não quer ler a história", disse ele justificando o golpe militar que instaurou a ditadura no país (1964-1985). "Graças aos militares nós hoje gozamos de democracia", emendou, após fazer uma série de críticas ao regime dos irmãos Castro. "A verdade tortura, a verdade dói. Me desculpe a tortura, nobre deputado", ironizou em relação à prática mantida pelos militares para obterem informações dos presos políticos, em resposta às intervenções do deputado Glauber Braga (PSB - RJ).

Assista o vídeo

 

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade