Educação de Jovens e Adultos (EJA) é opção para as pessoas mais velhas que querem voltar a estudar

Imagem: SME-Jahu

Compartilhar:

EJA: como obter o certificado do ensino fundamental e médio

Criado em 22/03/16 20h40 e atualizado em 02/05/16 17h15
Por Portal EBC

A necessidade de obter uma colocação em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo tem levado milhares de brasileiros de volta à escola. De acordo com dados do Censo da Educação Básica de 2015 divulgados nesta terça-feira (22) pelo Ministério da Educação, 3,4 milhões de alunos estavam matriculados no programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil.

 

Sala de Educação de Jovens e Adultos em Brasília
Creative Commons - CC BY 3.0 - Sala de Educação de Jovens e Adultos (EJA) em Brasília

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que trabalha com o mesmo conteúdo e pretende desenvolver as mesmas competências do ensino fundamental (1º a 8º ano) e médio (antigo colegial), só que voltada para pessoas adultas, com uma metodologia de ensino diferente da dirigida às crianças e adolescentes. Antigamente a EJA era chamada de supletivo, daí porque muitas pessoas ainda utilizam esse termo ao se referirem a essa modalidade de ensino.

As secretarias de educação estaduais e municipais mantém, em geral, dois tipos de oferta de EJA: a presencial, em que a pessoa vai até uma escola e frequenta as aulas, geralmente no período noturno, e a distância (EaD), em que a pessoa estuda pela internet ou com apostilas e livros didáticos fornecidos pela instituição.

Se você tem mais que 15 anos e não concluiu o ensino fundamental ou possui mais que 18 anos e não finalizou o ensino médio, pode se inscrever em um dos programas de EJA em todo o país.

Certificação: exame supletivo e Encceja

Até alguns anos atrás, a certificação dos alunos da EJA era chamada de exame supletivo, nome que pode vigorar ainda em algumas regiões do Brasil. A prova avalia as competências dos estudantes da EJA para a obtenção do certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio. Pessoas que estudaram por conta própria ou por programas, mas não estão ligadas a nenhum programa de EJA também podem se inscrever nesses exames para pleitear o certificado.

Ensino Fundamental

A certificação do ensino fundamental pode ser feita por meio de provas realizadas pelas secretarias municipais ou estaduais de educação. Nesse caso, o estudante deve se informar em seu município sobre as datas e documentos necessários para a inscrição, bem como sobre o dia e local do exame. 

Uma outra possibilidade para obter o documento que atesta a conclusão do ensino fundamental é participar do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) [2]. Esse exame é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A inscrição é gratuita e a pessoa precisa ter pelo menos 15 anos completos até a data da prova para realizar o exame. São avaliados os conhecimentos de língua portuguesa (a prova inclui uma proposta de redação), língua estrangeira moderna, artes, educação física, matemática, história, geografia e ciências naturais.

Ensino Médio

Tal qual para o ensino fundamental, a certificação do ensino médio também pode se dar pelas provas realizadas pelas secretarias municipais ou estaduais de educação.

Além da certificação por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) [3], um novo exame será criado pelo Ministério da Educação [4] para atender especificamente a esta questão da certificação do ensino médio. Os detalhes da nova avaliação ainda serão anunciados pelo Inep. 

Para obter a certificação pelo Enem, é preciso alcançar pelo menos 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento das provas e nota acima de 500 pontos na redação. Anualmente, cerca de 11% dos inscritos conseguem esse resultado e obtêm a certificação.

Brasileiros que residem no exterior, podem recorrer ao Encceja para obter, além da certificação do ensino fundamental, a certificação do ensino médio. A prova é aplicada em alguns países onde o Brasil possui representação diplomática [5]

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia [16] Reclamação [16] Elogio [16] Sugestão [16] Solicitação [16] Simplifique [16]

Deixe seu comentário