A Voz do Brasil estreia transmissão na internet

Gerência de Comunicação Social - 02.08.2012 - 20h45 | Atualizado em 26.09.2012 - 08h52

A Voz do Brasil tem o recorde de programa de rádio mais antigo do hemisfério sul, mas continua a ser moderno. Depois de mais de 70 anos no ar, 19 mil edições e mais de 30 milhões de ouvintes diariamente, agora o programa passou a ser exibido em vídeo pela internet. Na sua estreia na rede mundial de computadores, a página ebcservicos.ebc.com.br/avozdobrasil recebeu mais de 1.300 acessos e ficou mais interativa, com participações dos ouvintes pelo Twitter.

Assista A Voz do Brasil ao vivo

Ouça A Voz do Brasil ao vivo

Na primeira edição transmitida ao vivo pela web, nesta quarta-feira (01/8), foram entrevistados o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a ministAo vivora do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Também estiveram presentes para acompanhar a transmissão o secretário-executivo da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, Roberto Messias; o secretário de Imprensa da Presidência da República, José Ramos; o secretário de Gestão, Controle e Normas da Secom, José Vicentine; a secretária de Comunicação Integrada, Morgana Santos; o chefe de gabinete da Ministra de Comunicação Social da Presidência da República, Sylvio Andrade; e o diretor do Núcleo de Comunicação Pública da Secom, Jorge Duarte, além de dezenas de empregados da empresa.

Para o secretário-executivo da Secom, Roberto Messias, A Voz do Brasil é um ponto chave para ampliar a política pública de acesso à informação. “Estamos tentando avançar cada vez mais no compromisso desse governo de conseguir levar a comunicação das políticas públicas cada vez mais longe, dessa vez ampliando e democratizando o acesso com uma nova plataforma, onde a gente garante uma maior cobertura, mais simplicidade no acesso, mais eficiência na mensagem".

A ministra Tereza Campello, uma das convidadas do programa, também ressaltou a sua importância e o seu alcance . “É um espaço muito importante para nós do governo divulgarmos as políticas públicas, porque são poucos os veículos onde a gente tem oportunidade de falar, de fato, com o nosso usuário”, pontuou.

Ao destacar a importância do momento para a EBC, por marcar a inauguração de mais um moderno estúdio da empresa, o diretor-presidente Nelson Breve ressaltou o papel que A Voz do Brasil tem de prestar serviço e levar cidadania à população. Serviço este que, podendo ser acessado pela internet, terá ainda mais alcance e qualidade. “A gente entende que tem que prestar esse serviço com mais qualidade não só em respeito ao nosso cliente que contrata a EBC para produzi-lo, que é o Governo Federal, mas para o nosso cliente maior que é o povo brasileiro”, afirmou.

Ana Fleck ressaltou o esforço do Conselho Curador da EBC em manter o formato atual do programa, sem flexibilizações ou extinção. A presidente informou que o Conselho encaminhou ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, moção, aprovada por unanimidade em reunião, contra os projetos de flexibilização da Voz do Brasil “pelo entendimento que o Conselho tem da importância e do caráter democrático do programa”.

Homenagem
Aproveitando a ocasião, a Diretoria de Captação e Serviços, responsável pela produção de A Voz do Brasil, prestou uma homenagem ao funcionário mais antigo do programa: Sebastião Inácio de Macedo. “Há 20 anos [Macedo] é apaixonado por fazer A Voz do Brasil. É essa mesma paixão que move a equipe que eu tenho o prazer de dirigir e quero dar meus agradecimentos a todos os responsáveis, para que o programa aconteça a cada dia e seja marcante na vida de milhares de brasileiros que estão por aí ouvindo”, elogiou o diretor de Captação e Serviços, Cicero Feltrin.

Em comemoração à inovação do programa, as Rádios da EBC também prestaram sua homenagem ao presentear A Voz do Brasil com um objeto histórico: um acetato, doado pelo sonoplasta Marcos Tavares, com o sinal de abertura e encerramento da ‘Hora do Brasil’ que era enviado para as rádios. “É uma pequena homenagem das rádios à Voz do Brasil pela importância histórica e pela importância que ela tem ainda hoje para os ouvintes das rádios da EBC” disse Bráulio Ribeiro, gerente da Rádio Nacional da Amazônia.

Veja o álbum de fotos

Assista ao vídeo:

  • Direitos autorais: Creative Commons - CC BY 3.0