Digite sua busca e aperte enter


MAQ foi o criador do site Bengala Legal

Imagem:

Compartilhar:

Morre Marco Antônio de Queiroz, criador do site Bengala Legal

Criado em 02/07/13 17h59 e atualizado em 02/07/13 18h22
Por Edgard Matsuki Fonte:Portal EBC

MAQ foi o criador do site Bengala Legal
MAQ foi o criador do site Bengala Legal (Bengala Legal/Divulgação)

Morreu na manhã desta terça-feira (2)  Marco Antônio de Queiroz, um dos maiores nomes da acessibilidade web no Brasil. MAQ, como era conhecido, tinha 56 anos e morava no Rio de Janeiro. Criador do site Bengala Legal, MAQ se destacou com o trabalho dedicado à acessibilidade para cegos e deficientes visuais na rede.

O Bengala Legal foi criado em 2000 e logo tornou-se referência no segmento no país. MAQ, que trabalhou no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) começou a ministrar cursos para pessoas cegas e com deficiência visual. O site roda em diversos tamanhos de tela e também é compatível com programas voltados para cegos (que convertem o conteúdo da página em áudio).

O trabalho de MAQ rendeu o primeiro lugar no Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web - Todos@web do ano de 2012 (primeira edição). No ano passado, Queiroz participou de um bate-papo do Portal EBC a respeito do assunto. Confira a entrevista logo abaixo:

Creative Commons - CC BY 3.0 -

Por meio de redes sociais, nomes ligados à acessibilidade no Brasil lamentaram a morte de MAQ

Integrantes do W3C Brasil relembraram a trajetória e destacou a importância de MAQ: “o time do W3C Brasil gostaria de lembrar o quão importante MAQ foi para a acessibilidade na web expressa seus profundos sentimentos e pêsames pela perda do grande mestre da acessibilidade. Seu legado faz parte da missão do W3C: Lutar por uma web para todos”, publicaram por meio do site da organização.

A deputada federal Mara Gabrilli, que é cadeirante, também se manifestou a respeito do falecimento. “Dedico meu carinho e de toda a minha equipe aos seus familiares e, como nós, admiradores de seu trabalho e visão de vida. A inclusão perdeu um grande parceiro, mas ainda conta com seu grandioso legado”, publicou a parlamentar no Facebook.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário