Digite sua busca e aperte enter


Nova Torre de TV Digital, em Brasília

Imagem:

Compartilhar:

Multiprogramação: TVs públicas se integram a um único canal digital

Criado em 08/12/15 19h06 e atualizado em 09/12/15 10h44
Por Leyberson Pedrosa*

O Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD) passa a contar com mais experiências de multiprogramação. No mesmo sinal dTV Brasil, o cidadão também poderá navegar pela NBR, TV Escola e Canal SaúdeO início da multiprogramação é marcado por evento no Espaço Cultural da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) que ocorre nesta quarta-feira, 9, às 10h. Acompanhe ao vivo:

Até o momento, a TV Senado e a TV Câmara já transmitem seus conteúdos em multiprogramação na TV digital. A transição do sinal analógico para o digital começou no final de novembro de 2015 em Rio Verde (GO) e se estenderá gradualmente a todo o Brasil até 2018.

Integração das TVs públicas

O projeto é coordenado pelo Ministério das Comunicações em parceria com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, responsável pela NBR; Ministério da Cultura, que atualmente planeja a criação do Canal da Cultura; Ministério da Educação, responsável pela TV Escola e futuramente pelo Canal da Educação; Ministério da Saúde, Fiocruz, programadora do Canal Saúde; e EBC, responsável pela TV Brasil. Participam do grupo ainda a Anatel, Telebrás e Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). 

De acordo com o assessor da secretaria executiva do Ministério das Comunicações, Octavio Pieranti,a junção busca fortalecer os processos democráticos.“A Constituição prevê a complementariedade dos sistemas privados e público de radiodifusão. Assim, esses canais na TV digital ampliam a divulgação dos atos públicos do governo e ajudam a promover o debate sobre as políticas públicas entre os cidadãos”, afirma.

A iniciativa pretende implementar os canais do executivo até 2019 em mais de 380 municípios e cobrir mais de 120 milhões de pessoas. Inicialmente, a multiprogramação começa no Distrito Federal em dezembro e, em janeiro de 2016, expande para o Rio de Janeiro e São Paulo. Ainda no primeiro semestre do próximo ano, a multiprogramação deverá funcionar também em Belo Horizonte e Porto Alegre. 

Afinal, o que é multiprogramação?

Basicamente, a tecnologia digital permite que várias faixas de TV sejam transmitidas em um canal que é ocupado por apenas uma TV analógica. Para ficar mais claro, vamos tomar como exemplo a TV digital do Senado no DF. O Senado possui o canal 55 e transmite as atividades do Plenário na faixa 55.01. Ainda no mesmo canal, o cidadão consegue navegar por outras faixas (51.02, 51.03 e 51.04) e visualizar as discussões das comissões. 

Nessa mesma lógica, o Poder Executivo passa a  transmitir os canais NBR, TV Escola e Canal Saúde no mesmo canal que a TV Brasil ocupa (canal 2). Assim, para o caso de Brasília, o usuário encontrará a TV Brasil na faixa 2.1, a TV Escola na faixa 2.2, o Canal saúde na faixa 2.4; e a NBR utilizará a faixa 2.3. No futuro, com a criação da TV do Ministério da Cultura, a mesma utilizará a faixa 2.5. 

Questionado sobre porque juntar em vez de utilizar um canal para cada TV, Pieranti explica que, nesse primeiro momento, a escolha é por otimizar custos.“Vamos utilizar a estrutura vigente de transmissão da TV Brasil nos estados para não aumentar os custos”, explica. 

A partir das regras do SBTVD, os canais públicos são os únicos que podem operar com multiprogramação no Brasil. Quando o sistema estiver maduro, serão 6 canais de multiprogramação: TV Brasil, TV NBR, Canal da Educação, Canal da Saúde, Canal da Cidadania e o Canal da Cultura.

Canais multiprogramação no ar no DF
 

Canal do Senado (51)

51.01: Programação oficial e plenário
51.02: Comissões 
51.03: Comissões
51.04: Comissões

Canal da Câmara (61)

61.01: Programação oficial e plenário
61.02: Comissões

TV Brasil e Poder Executivo (02)

02.01: TV Brasil 
02.02: TV Escola
02.03: NBR
02.04: Canal Saúde

*com informações do Ministério das Comunicações 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário

Publicidade