X

Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Telescópio Hubble captura imagem de bolha azul espacial

Criado em 26/02/16 16h33 e atualizado em 26/02/16 17h01
Por Líria Jade Fonte:Portal EBC

O Telescópio Hubble capturou recentemente a imagem de uma bolha azul espacial ao redor de uma estrela evoluída, conhecida como Wolf-Rayet, localizada a 30 mil anos-luz da constelação de Carina. De acordo com a Agência Espacial Americana (Nasa), que divulgou hoje (26) a imagem, estima-se que a nebulosa azul tenha se formado há cerca de 20 mil anos.

Telescópio Hubble captura imagem de bolha azul espacial
Creative Commons - CC BY 3.0 - Telescópio Hubble captura imagem de bolha azul espacial

Hubble/NASA

Formada por hidrogênio, hélio e outros gases, a bolha azul é uma nuvem interestelar de poeira. Ela é criada quando os ventos estelares rápidos interagem com as camadas exteriores de hidrogênio que foi expulso de Wolf-Rayet. Essas nebulosas são frequentemente em forma de anel ou esféricas.

Estrelas evoluídas

De acordo com a Nasa, as estrelas Wolf-Rayet são estrelas evoluídas, muito massivas, com mais de 20 massas solares, e que perdem suas massas rapidamente por meio de fortes ventos solares, com velocidades superiores a 2000 km/s.

Esse tipo de estrela normalmente perde metade de sua massa em cerca de 100 mil anos e tem um ciclo de vida curto -  uma piscada de olho em termos de escala cósmica. Eventualmente, o fim de seu ciclo ocorre como uma supernova: o material estrelar expelido de sua explosão pode formar novas estrelas e planetas.

Cerca de 150 estrelas Wolf-Rayets são conhecidas na nossa galáxia, a Via Láctea. Estrelas Wolf-Rayet foram descobertas em 1867 pelos astrônomos franceses Charles Wolf e Georges Rayet usando espectroscopia visual no Observatório de Paris.

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário