Digite sua busca e aperte enter


Mulher vítima de violência

Imagem: Marcos Santos/USP Imagens

Compartilhar:

Nudes, revenge porn e os limites da privacidade na web | PComBR | Ano 03 #48

Criado em 12/04/16 18h41 e atualizado em 14/04/16 16h47
Por Rádios EBC Edição:Portal EBC Fonte:Rádios EBC

A internet pode ser maravilhosa, mas também pode tirar o sossego ou até destruir a vida de muita gente. Um dos malefícios trazidos não só pela rede, mas também pela popularização dos aplicativos de comunicação instantânea dos smartphones, foi a chamada revenge porn, ou vingança pornô. Sabe aqueles vídeos ou fotos de nudez ou sexo que você recebe pelo WhatsApp ou por e-mail, geralmente com o título "caiu na net"? Em muitas vezes, é um caso de revenge porn.  

Para explicar melhor o fenômeno e dar dicas de como prevenir ou lidar com a situação, o Ponto Com Ponto Br desta segunda (11) conversou com três especialistas. Gisele Truzzi, advogada especialista em direito digital, falou sobre como lidar, passo a passo, com uma situação de revenge porn; o psicoterapeuta João Rafael Torres ofereceu algumas explicações psicológicas para a questão; e Wanderson Castilho, especialista em segurança digital, deu dicas de como evitar "cair na rede".

Na parte musical, o programa conversou com a cantora brasiliense Ellen Oléria, que está lançando o álbum Afrofuturista.

 

7'08" Gisele Truzzi orienta sobre como agir em caso de revenge porn

Segundo Gisele, o primeiro passo é reunir as evidências da vingança, tirando print screens de sites, grupos ou redes sociais onde o material foi divulgado, antes de solicitar a retirada do conteúdo. "Essas vão ser suas únicas provas", diz. Em sequência, a vítima deve procurar uma delegacia da mulher, de preferência acompanhada. Na entrevista, Gisele ainda explica como a vítima deve lidar com o desenrolar do processo. Gisele lembra que quem compartilha o conteúdo publicado por um terceiro também pode ser considerado co-autor e responder judicialmente.

21'34" O psicoterapeuta João Rafael Torres comenta a moda do "manda nudes"

O psicoterapeuta explica a necessidade atual de autoexposição e troca de intimidades online. "As pessoas acabaram associando essa troca de nudes a uma forma de estabelecer vínculos de intimidade". Mas Torres lembra que nem sempre esse vínculo é estabelecido por meio da troca de fotos, e o que vem depois é o arrependimento e sentimento de culpa por ter se exposto para uma pessoa desconhecida. 

31'56" Wanderson Castilho dá dicas de como se proteger da difamação na rede

Na avaliação do especialista, o ato de se fotografar nu já é um hábito do cotidiano, principalmente entre os jovens, mas é possível tomar alguns cuidados para não "cair na net". "O fator principal é, quando for registrar alguma imagem íntima, não deixar qualquer rastro que possa te identificar, como rosto, tatuagem ou ambientes, pois são esses pontos que acabam sendo usados pelos vingadores", diz. Castilho também faz algumas recomendações para não ser vítima de uma violação cada dia mais comum: o registro e a exposição da intimidade de pessoas em locais públicos, como pessoas que filmam debaixo da saia de mulheres em locais como estações de metrô.

48'08" A cantora Ellen Oléria fala sobre música e internet e o lançamento de seu novo álbum, Afrofuturista

A cantora brasiliense, que também é uma das apresentadoras do programa Estação Plural, da TV Brasil, está celebrando os 15 anos de carreira com o lançamento de um novo álbum, Afrofuturista. "Tive muita sorte no jogo e muita sorte no amor", brinca. "O Afrofuturista é um trabalho de quatro anos que se tornou material", conta. O álbum marca o retorno da cantora a gravações independentes. Ela mesma produziu o disco, que teve participações de artistas de todo o Brasil e até de Cuba, com a cantora Yusa.

 

 

Músicas do programa

1'54" Ellen Oléria - Testando - Ellen Oléria

15' Céu - Perfume do Invisível - Tropix

43'32" Ellen Oléria - Zumbi - Ellen Oléria

Ouça o programa na íntegra:

Creative Commons - CC BY 3.0 - Ponto Com Ponto Br 11/04/2016

 

O Ponto Com Ponto Br é um programa produzido em parceria pelo Portal EBC e as Rádios EBC. É exibido todas as segundas-feiras, às 17h, nas rádios Nacional de Brasília, Nacional FM e MEC AM do Rio de Janeiro. Confira as edições anteriores do Ponto com Ponto Br no Portal EBC e no site da Nacional AM Brasília

 

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade