Digite sua busca e aperte enter


Brasilieia (Acre) - Cerca de 200 haitianos aguardam visto provisório para trabalhar no pais. Eles vivem em condições precárias, e se alimentam de doações.

Imagem:

Compartilhar:

Acre e Amazonas vão receber mais recursos para atender haitianos

Criado em 22/11/12 18h21 e atualizado em 22/11/12 19h11
Por Agência Brasil Edição:Aécio Amado

Imigrantes hatianos vivem em condições precárias em Brasileia (AC)
Cerca de 200 haitianos aguardam visto provisório para trabalhar no país. Eles vivem em condições precárias, e se alimentam de doações (Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Brasília – Os estados do Amazonas e do Acre vão receber mais recursos para melhorar o atendimento a imigrantes haitianos em situação de risco. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) autorizou o aumento no repasse cujo valor, de acordo com o número de imigrantes cadastrados, pode chegar a R$ 200 por pessoa.

Confira matéria do Repórter Brasil:

Creative Commons - CC BY 3.0 -

Os estados têm até três meses para entrar com o pedido de aumento do repasse no MDS. Os recursos são oriundos do Fundo Nacional de Assistência Social (Fnas), e podem ser estendidos por mais três meses. O financiamento será pago em duas parcelas: a primeira em dezembro e a segunda em 2013.

Saiba mais:

Padre haitiano diz que tráfico de pessoas sustenta a imigração ilegal no Brasil

O número de haitianos no país cresceu ao longo do ano. Em 2011, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) concedeu 720 autorizações de trabalho. Já em 2012, até meados de setembro, haviam sido concedidas 3.428 autorizações.

Confira galeria de imagens sobre os haitianos no Acre:

Brasileia, no Acre, é a cidade que mais recebe imigrantes haitianos. O governo acriano trabalha para acomodar essas pessoas, mais teme pelo gradativo aumento dos estrangeiros. A cidade abriga atualmente cerca de 200 haitianos que esperam pelo visto de trabalho.

 

Edição: Aécio Amado
 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário