Digite sua busca e aperte enter


Huni Kuin- Os caminhos da jibóia

Imagem:

Compartilhar:

Antropólogo e indígenas criam jogo de videogame sobre cultura dos Huni Kuin

Criado em 05/08/15 19h17 e atualizado em 05/08/15 19h45
Por Radioagência Nacional Fonte:Nacional Jovem

Já pensou um jogo de videogame que te permita a experiência de entrar na história, nos mitos e nos contos de um povo indígena?  Este é o projeto "Huni Kuin - os caminhos da jiboia",  desenvolvido pelo pesquisador e antropólogo Guilherme Meneses com 30 integrantes do grupo caxinauá, que tem a maior população indígena do Acre. São 7.500 habitantes de acordo com a Fundação Nacional da Saúde (Funasa).
 
O programa Nacional Jovem desta terça-feira (4) bateu um papo com o antropólogo sobre esse novo jogo.

"Foram trabalhadas cinco histórias que são cada uma das fases e, em cada uma, tem um segredo desse povo que você vai descobrindo aos poucos", explica. 
 

Guilherme conta que realizou uma pesquisa inicial por seis meses, depois encontrou os índios da tribo Huni Kuin em São Paulo (SP), até chegar na aldeia. Ele conta que toda a história foi construida coletivamente com os indígenas. Uma parte na aldeia e outra no estúdio em São Paulo. 
 
A intenção é que o jogo possa circular e atingir muitas pessoas pelo país e, assim, ser uma nova forma de conhecer a cultura indígena. A previsão é que o jogo seja lançado no início de 2016.
 
Conheça mais o projeto " Huni Kuin- Os caminhos da jiboia".
 

Creative Commons - CC BY 3.0

Confira a entrevista completa no player acima.

O Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta, às 14h (horário de Brasília), na Nacional da Amazônia, e às 12h (horário local) na Nacional do Alto Solimões. Você pode ouvir o programa no mesmo horário, ao vivo, aqui no site das Rádios EBC.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário