Digite sua busca e aperte enter


Grito dos excluídos em Brasília em 2011

Imagem:

Compartilhar:

Grito dos Excluídos completa 20 anos e vai às ruas neste 7 de setembro

Criado em 04/09/15 19h17 e atualizado em 07/07/16 14h52
Por Leandro Melito e Fernanda Duarte* Fonte:Portal EBC

Com manifestações previstas em todas as capitais e em várias cidades do interior do país, o Grito dos Excluídos completa 20 anos nesta segunda-feira (7). A mobilização nacional trará o lema “Que país é esse que mata gente, que a mídia mente e nos consome?”, questionando a violência presente no modo de organização social, que marginaliza as pessoas, e a atuação da grande mídia, que manipula os meios de comunicação sob o seu poder conforme os seus interesses políticos, sociais e econômicos.

Os assuntos trazidos como tema do Grito são discutidos durante todo o ano para culminar em manifestações populares pelo Brasil no Dia da Independência. O papel da mídia é uma novidade entre os temas comumente escolhidos.

De acordo com a organização do evento, são esperadas cerca de 10 mil pessoas nos atos em São Paulo e em Aparecida (SP), onde há 28 anos ocorre também a Romaria dos Trabalhadores rumo ao Santuário da padroeira do Brasil, que passou a integrar as atividades da manifestação nos últimos anos. As atividades terão início às 7h no Porto Itaguassu, onde, de acordo com a história, a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada por pescadores em 1717, e, de lá, as pessoas seguem para o Santuário da padroeira do Brasil. Na capital paulista, estão sendo organizadas duas atividades: uma na Praça da Sé, que começa às 8h, com uma missa na Catedral, e a outra, organizada por movimentos de moradia, terá concentração na Praça Osvaldo Cruz, na Avenida Paulista, às 9h.

Em Fortaleza, os manifestantes sairão, da Praça do Cristo Redentor ao Seminário da Prainha, a partir das 7h30. Em Curitiba, a mobilização será realizada na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Belém, na Vila Centenário, a partir das 8h30. Em Brasília, o ato partirá da Catedral de Brasília e sairá em marcha por toda a Esplanada dos Ministérios, a partir das 8h. No Rio de Janeiro, a concentração acontece a partir das 9h, na esquina da Avenida Getúlio Vargas com a Uruguaiana. Em Salvador, o ato ocorre no Campo Grande a partir das 10h. 

Origem do Grito

A proposta do Grito surgiu no Brasil, em 1994, a partir da iniciativa da Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e movimentos sociais e o 1º Grito dos Excluídos foi realizado em setembro de 1995, levando às ruas o tema da Campanha da Fraternidade daquele ano: “A Fraternidade e os Excluídos”. No ano seguinte, a Assembleia Geral dos Bispos, discutiu e aprovou a inserção do Grito dos Excluídos no projeto Rumo ao Novo Milênio. Em 1999, o Grito rompeu fronteiras e estendeu-se para as Américas. 

Confira a cronologia do Grito dos Excluídos:

 

 

* Com informações da Agência Brasil e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário

Publicidade