Digite sua busca e aperte enter


Violão

Imagem:

Compartilhar:

Dados preliminares mostram que 59% dos músicos brasileiros já lançaram discos digitais

Criado em 05/02/15 20h03 e atualizado em 06/02/15 17h19
Por Renata Martins

Pesquisadores da Escola de Comunicação e Arte (ECA) e Escola Politécnica, da Universidade de São Paulo (USP), querem conhecer o perfil do músico brasileiro e as características do mercado de trabalho da música. Karina Poli, uma das pesquisadoras, apresentou resultado parcial da pesquisa nesta quinta-feira (5), durante o Porto Musical. Neste primeiro ciclo, foram colhidas informações de 720 músicos.

Karina Poli, pesquisadora da USP

Copyright - Karina Poli, pesquisadora da USP Beto Figueiroa / Trago Boa Notícia / Porto Musical

O acúmulo de funções e responsabilidades na carreira desses profissionais chama atenção: 67% dos músicos fazem a gestão do próprio trabalho artístico, 15% trabalham com mais de um produtor, apenas 8% tem produtor exclusivo e 4% trabalham com agentes de vendas. A pesquisa também aponta que 71% dos entrevistados fazem a própria divulgação de shows e trabalhos. Karina encara o dado como preocupante, porque, de acordo com ela, a cadeia exige conhecimentos específicos, burocráticos e, em função dessa sobrecarga, o próprio setor fica descapitalizado. 

Outro dado que chama atenção é em relação ao uso da tecnologia pelos músicos: 48% usam intensamente a internet para distribuição de seus produtos, 60% a utilizam com freqüência na divulgação do seu trabalho, 59% já lançaram discos em formato digital. A pesquisa também aponta que 52% usa a web para produção, 23% para ensaios e 36% para composição. “Eles já incorporaram o uso das tecnologias no seu trabalho, seja na divulgação, muitos artista usam programas com o sibelius para composição”, ressaltou a pesquisadora. 

A internet e as redes sociais também são ferramentas importantes para a divulgação do trabalho. Ao todo, 59% dos músicos possuem site próprio. As redes sociais mais usadas são Facebook com 35%, Youtube com 33% e 19% dos artistas colocam suas músicas no SoundCloud. 

A pesquisa ainda diz que 75% dos músicos  já gravaram um CD, e 59% já lançaram no formato digital. 54% deles financiaram seu próprio CD, 20% conseguiram recursos de editais e leis de incentivo. Em relação a financiamentos,11,5% já produziram com apoio de gravadoras, 2% conseguiram recursos com crownfunding, e 12% obtiveram recursos de outras formas.

A pesquisadora conversou com Karina Cardoso, das Rádios EBC. Confira:

A pesquisa ainda está em andamento e pretende alcançar 2.500 questionários respondidos. Músicos profissionais em atuação e residentes no Brasil podem responder o questinário clicando no link: http://questionpro.com/t/AKi5OZSGrg. 

Karina Poli lembra que a área de música no Brasil é muito carente de dados. Segunda a pesquisado, é importante ter indicadores para apontar as prioridades de políticas públicas para o setor. 

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário