X

Digite sua busca e aperte enter


carlos alberto primeiro negro do TST

Imagem: tst.jus.br

Compartilhar:

Primeiro presidente negro do Tribunal Superior do Trabalho toma posse

Criado em 05/03/13 20h18 e atualizado em 05/03/13 20h29
Por Débora Zampier Edição:Carolina Pimentel Fonte:Agência Brasil

carlos alberto primeiro negro do TST
Carlos Alberto chegou ao TST em 1998, nomeado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele foi o primeiro negro a integrar uma corte superior, antes mesmo de Joaquim Barbosa que assumiu apenas em 2003 no Supremo(tst.jus.br)

Brasília – O ministro Carlos Alberto Reis de Paula assumiu hoje (5) a presidência do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para o próximo biênio. Ele é o trigésimo presidente da corte e o primeiro negro a assumir o cargo. A vice-presidência ficará com Antônio José de Barros Levenhagen e a corregedoria-geral com Ives Gandra da Silva Martins Filho.

A cerimônia reuniu representantes dos Três Poderes, como a presidenta da República, Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Essa é a primeira vez que um presidente da República participa da posse presidencial no TST.

Natural de Pedro Leopoldo (MG), que fica na região metropolitana de Belo Horizonte, o novo presidente do TST é juiz de carreira desde 1979. Segundo informações do tribunal, Carlos Alberto defende a conciliação para solução dos conflitos trabalhistas e dará prioridade à consolidação do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho, sistema informatizado que interliga tribunais e permite mais rapidez na tramitação dos processos.

O ministro não irá concluir o mandato, pois irá aposentar compulsoriamente ao completar 70 anos em fevereiro de 2014. Carlos Alberto chegou ao TST em 1998, nomeado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele foi o primeiro negro a integrar uma corte superior. Joaquim Barbosa assumiu apenas em 2003 no Supremo.

Edição: Carolina Pimentel

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário