Digite sua busca e aperte enter


O bate-papo será na quarta-feira, 27 de fevereiro, às 16h

Imagem:

Compartilhar:

Especialistas recomendam começar o estágio no início da faculdade

Criado em 27/02/13 16h38 e atualizado em 27/02/13 17h32
Por Portal EBC


O bate-papo será na quarta-feira, 27 de fevereiro, às 16h (Alexandre Krecke/Portal EBC )O bate-papo será na quarta-feira, 27 de fevereiro, às 16h (Alexandre Krecke/Portal EBC )

Brasília – Começo de ano é época para muitos estudantes procurarem estágios e darem início a vida profissional. Em debate promovido pelo portal EBC nesta quarta-feira (27), o presidente da Associação Brasileira de Estágios (Abres), Carlos Henrique Menaci, e o superintendente de operações do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Eduardo Oliveira trouxeram dicas para encontrar as melhores vagas.

Leia também: EBC abre inscrições para processo seletivo de estágio em Brasília

Para  Eduardo Oliveira, o primeiro semestre é a melhor época para se encontrar um estágio. Em sua opinião, é nesse período que se oferecem mais oportunidades. "O CIEE tem mais de 10 mil vagas disponíveis para quem está procurando estágio", afirmou.

O presidente da Abres, Carlos Henrique Menaci, disse que as vagas para estágio podem ser encontradas na Internet. Como exemplo de canais de informação, ele citou os sites de sua instituição e do CIEE.  "Depois de se cadastrar em algum destes sites, é fundamental manter os dados sempre atualizados para não perder oportunidades."

O superintendente do CIEE recomenda que o universitário faça estágios desde o primeiro semestre. Segundo Eduardo Oliveira: "Muita gente já busca o estágio logo nos primeiros semestres para aprender mais e viabilizar o pagamento do curso. Além disso, quanto mais perto do fim do curso, o estudante vai ter acumulado mais conhecimento - o que é interessante para as empresas."

Como preparar o currículo

Segundo Menaci, na hora de organizar o currículo, é importante colocar a história escolar do estudante e enriquecê-lo com experiências de vida e atividades extracurriculares. Os dois especialistas recomendam que não se coloque informações de foro íntimo e familiar no currículo. Segundo eles, isso pode ser mal interpretado pelo selecionador.

Eduardo Oliveira afirmou que  Administração, Comunicação Social e Direito são hoje as áreas que oferecem o maior volume de vagas de estágio no Brasil. Em todas estas profissões, a formação extracurricular é tratada como diferencial.

Ao longo do debate, foi lembrado que os estudantes do Ensino Médio também podem estagiar e que hoje 40% destes jovens estudam à noite. A principal razão é conciliar o trabalho e os estudos.

 

Creative Commons - CC BY 3.0
Fale com a Ouvidoria

Deixe seu comentário

Publicidade