Digite sua busca e aperte enter


Marcha da maconha 2012 em Minas Gerais

Imagem:

Compartilhar:

Mujica volta atrás sobre projeto de liberar maconha

Criado em 19/12/12 17h08 e atualizado em 19/12/12 17h21
Por Portal EBC

Mujica defende consulta popular para lei sobre aborto
O presidente uruguaio José Mujica considera que sociedade "não está madura' para implementação da Lei (Télam)

O presidente do Uruguai, José Mujica, voltou atrás em relação ao projeto apresentado por ele ao Parlamento uruguaio para legalizar a compra e a venda de maconha, tendo o Estado como responsável. Em entrevista ao canal 10 da televisão uruguaia nesta quarta-feira (19), Mujica afirmou ter pedido aos parlamentares para “frearem” o projeto  por considerar  que a sociedade “ainda não está madura para essa medida”, a qual ele é pessoalmente favorável.

As declarações foram feitas após a divulgação de uma pesquisa que apontou que 64% dos uruguaios são contrários ao projeto de lei, sendo que 53% dos que reprovam se disseram eleitores da Frente Ampla, coalizão de esquerda que elegeu Mujica. “Não votem uma lei porque têm maioria no Parlamento. A maioria tem que estar na rua, e o povo tem que entender que, com tiros e prisões, o que fazemos é dar mercado ao narcotráfico”, recomendou Mujica.

O presidente afirmou que seu desejo é que o desenvolvimento deste projeto seja feito de forma “suave”, até que a população entenda a finalidade da medida. Para isso, Mujica pretende aprofundar o debate público em torno da legalização da maconha e se mostrou confiante de que, após isso, o povo uruguaio “entenderá que estamos em uma guerra e que esta é uma artilharia  que não prejudica ninguém”.

Leia também:

Pesquisa aponta que 64% dos uruguaios reprovam liberação da maconha

Governo dá respaldo para criação de Instituto Nacional da Cannabis

Uruguai quer legalizar maconha para controlar consumo

Câmara do Uruguai aprova casamento homossexual

Mujica indica que fará plebicito sobre descriminalização do aborto

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário