Digite sua busca e aperte enter


Compartilhar:

Retrospectiva 2015: 15 fatos que marcaram o ano no esporte

Criado em 29/12/15 17h36 e atualizado em 30/12/15 10h43
Por Edgard Matsuki Edição:Luiz Cláudio Ferreira - Portal EBC

Definitivamente, o ano de 2015 não foi fácil para o esporte brasileiro. Entre pequenas alegrias (como o recorde nos Jogos Pan-Americanos de Thiago Pereira e o título mundial de surfe de Adriano de Souza), o ano teve  denúncias na Fifa e contra atletas russos do atlestismo, além de dúvidas em relação à qualidade das águas no Rio de Janeiro para as Olimpíadas de 2016. Relembre 15 fatos que marcaram este ano no esporte.

1 - Caiu a casa da Fifa

Presidente da Fifa, Joseph Blatter
Creative Commons - CC BY 3.0 - Presidente da Fifa, Joseph Blatter

 

O fato mais importante do futebol mundial aconteceu fora de campo. No dia 27 de maio, a polícia da Suíça prendeu sete dirigentes do alto escalão da Fifa (entre eles estava o ex-presidente da CBF, José Maria Marin) em um hotel de Zurique. As detenções foram a pedido de um tribunal de Nova York que investiga denúncias de corrupção na maior entidade do futebol mundial.

Dois dias depois, Joseph Blatter foi reeleito presidente da entidade. Porém, ele renunciou ao cargo menos de uma semana depois. Em meio a todas as denúncias de corrupção, novas eleições foram convocadas para fevereiro de 2016. No Brasil, as denúncias também derrubaram o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, em dezembro.

2 - CPI do futebol

Senador Romário
Creative Commons - CC BY 3.0 - Senador Romário

 

As denúncias na Fifa acarretaram no início de uma investigação no Brasil. No dia 27 de maio (mesmo dia das prisões em Zurique), o senador e ex-jogador Romário (PSB-RJ) entrou com requerimento para a criação da CPI. Em cerca de seis meses, os senadores ouviram dirigentes, ex-jogadores e aprovaram a quebra de sigilo de Marin. Até o momento, a CPI não teve relatório final.

3 - Corinthians e Palmeiras campeões

Corinthians hexacampeão foto da vitória 2015
Copyright - Corinthians hexacampeão foto da vitória 2015

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Dentro de campo, o ano não foi muito bom para a Seleção Brasileira. O time de Dunga começou patinando nas Eliminatórias e foi eliminado nas quartas de final da Copa América, no Chile. Entre os clubes, os maiores vencedores do ano foram os rivais Corinthians e Palmeiras. O timão ganhou o Campeonato Brasileiro com folga e o Verdão ganhou a Copa do Brasil depois de uma final emocionante contra o Santos.

4 - Nordeste em recuperação e Vasco rebaixado

Torcida do Sport Recife
Creative Commons - CC BY 3.0 - Sport Recife

 

Os times do Nordeste do Brasil foram destaque em 2015. Na Série A, o Sport fez uma campanha surpreendente e terminou em 6º lugar na competição. Na Série B, Santa Cruz e Vitória garantiram o acesso à Série A. Se os times do Nordeste foram bem, o mesmo não se pode dizer dos cariocas. O pior deles foi o Vasco, que foi mais uma vez rebaixado. O clube que atingiu a melhor colocação no Brasileirão foi o Flamengo, em 12º.

5 - Brasileiro faz golaço e ganha fama

Wendell Lira, brasileiro que disputa o prêmio Puskas
Copyright - Wendell Lira, brasileiro que disputa o prêmio Puskas

Fifa/Divulgação

Nos campos brasileiros, uma das maiores surpresas surgiu no Campeonato Goiano. Um gol marcado enquanto jogava pelo Goianésia fez o atacante Wendell Lira se tornar conhecido mundialmente. O lance garantiu uma indicação ao Prêmio Puskás, de gol mais bonito do ano. Apenas em 2016 serão revelados os vencedores. Seus concorrentes são nada menos do que Messi (Barcelona) e Florenzi (Roma).

Outro brasileiro, muito mais famoso, concorre ao prêmio de melhor do mundo. É Neymar (que joga no Barcelona). Ele disputa com Messi e Cristiano Ronaldo o prêmio. Entre os três, o argentino é o favorito para ganhar.

6 - Time de família fatura Brasileirão Feminino

Rio Preto x Flamengo - Futebol feminino
Creative Commons - CC BY 3.0 - Rio Preto x Flamengo - Futebol feminino

FERDINANDO RAMOS / ALLSPORTS

Neste ano, foi realizada a Copa do Mundo de Futebol Feminino. Apesar de fazer uma boa campanha na primeira fase, o Brasil foi eliminado pela Austrália nas quartas de final. O campeão foi time dos Estados Unidos, que derrotou o Japão na final por 5 a 2.

Já no Brasileirão Feminino, houve gratas surpresas. Uma delas foi a equipe do Tiradentes (PI), que chegou até as semifinais do campeonato. A principal foi campeão Rio Preto. Desbancando favoritos, o time que nasceu de uma necessidade da família de Doroteia Inojo e Chicão Reguera (presidenta e técnico) venceu favoritos como São José e Adeco para ganhar o seu primeiro título nacional. A Ferroviária também se destacou: o time venceu a Libertadores Feminina.

7 - Futebol feminino no Brasil é marcado por confusões e tragédias

Viana e Tiradentes: jogadoras passam mal
Creative Commons - CC BY 3.0 - Viana e Tiradentes: jogadoras passam mal

 

Se dentro de campo o Campeonato Brasileiro Feminino teve mais visibilidade (com partidas transmitidas em TV aberta pela TV Brasil), fora dele a competição foi marcada por confusões. Três casos foram destaque no futebol feminino de forma negativa em 2015. O primeiro deles aconteceu no jogo entre Tiradentes (PI) e Viana (MA). Na partida em que o time da casa ganhou por 10 a 0, as jogadoras visitantes desmaiaram sob o calor 40ºC do local. A CBF acabou multada por marcar o jogo às 15h.

O segundo caso quase decidiu o campeonato. Por um erro de um árbitro na súmula, o São José quase perdeu três pontos na final contra o Rio Preto. A salvação do time foi uma gravação em vídeo que atestava o erro. O terceiro caso foi uma tragédia que acabou com a equipe feminina do Kindermann. Em dezembro, o técnico Josué Henrique Kaercher foi morto por um outro técnico da cidade de Caçador (SC). O Kindermann iria disputar a Libertadores e o Brasileirão em 2016.

8 - Brasil – O país do Surfe

Surfista  Adriano de Souza
Creative Commons - CC BY 3.0 - Surfista Adriano de Souza

World Surf League/ Facebook

Saindo dos gramados e entrando na água, mais uma vez o surfe foi destaque do Brasil neste ano. Após Gabriel Medina ganhar o campeonato mundial em 2014,  Adriano de Souza, o Mineirinho, levou em 2015. O título foi conquistado na última etapa (em Pippeline, Havaí) em cima do australiano Mick Fanning (que também foi vice em 2015).

9 - Nadador faz história no Pan do Canadá

Thiago Pereira
Creative Commons - CC BY 3.0 - Thiago Pereira

COB

Entre as competições, os Jogos Pan-americanos de Toronto (Canadá) foi uma das mais importantes. Além de servir como aquecimento para os Jogos Olímpicos do Rio, o Pan também permitiu que o Brasil quebrasse alguns recordes. Dentre todas as medalhas que fizeram o país terminar em terceiro lugar no quadro de medalhas, as mais importantes foram as cinco de Thiago Pereira. Ao chegar à 23ª medalha, ele se tornou recordista na competição.

Os pontos negativos do Pan ficaram com os problemas na Justiça enfrentados por atletas brasileiros. No dia 24 de julho, o goleiro reserva da seleção masculina de Pólo Aquático, Thye Mattos Ventura Bezerra, foi acusado de estupro. No dia 29 de outubro, Lucas Piazon e Andrey Ventura também foram acusados do mesmo crimes. Até o momento, ninguém foi preso por isso.

10 - Esporte Paralímpico

Daniel Dias recebe medalha do presidente do CPB, Andrew Parsons
Creative Commons - CC BY 3.0 - Daniel Dias recebe medalha do presidente do CPB, Andrew Parsons

 

Quem também espera pela Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro são os atletas Paralímpicos. No Pan, o Brasil mostrou mais uma vez a força ao terminar em primeiro lugar no quadro geral de medalhas, com 257 no total. Já no Mundial de Natação, o país terminou em quarto lugar no geral. Essa foi a melhor posição do país na história da competição.

11 - Águas da Guanabara sob suspeita

Barqueata na Baía de Guanabara faz alerta para a poluição
Creative Commons - CC BY 3.0 - Barqueata na Baía de Guanabara faz alerta para a poluição

 

Nem tudo são flores nas Olimpíadas. Entre todos os problemas enfrentados pela organização dos jogos do Rio, o que mais tem dado dor de cabeça é o da poluição da Baía da Guanabara. Após evento teste em agosto, diversos atletas britânicos de vela passaram mal. Em dezembro, um estudo apontou que o nível viral das águas do local é próximo ao de um esgoto. Mesmo com tudo isso, a Prefeitura do Rio afirma que as competições serão realizadas no local.

12 - Doping tira atletismo da Rússia das Olimpíadas

Outro fato controverso relacionado às Olímpiadas que aconteceu em 2015 foi a punição da equipe de atletismo da Rússia. Após a Agência Mundial Antidopagem (WADA) divulgar um relatório que apontava um esquema sistemático de doping na equipe do pais, a Federação Internacional de Atletismo suspendeu a Rússia por tempo ilimitado. Com isso, nomes como Yelena Isinbayeva podem ficar de fora dos Jogos do Rio.

13 - Jogos Indígenas

Encerramento Jogos Mundiais Indígenas
Creative Commons - CC BY 3.0 - Encerramento Jogos Mundiais Indígenas

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em 2015, o Brasil também sediou uma competição importante. Em outubro, Palmas (TO) recebeu a primeira edição dos Jogos Mundiais Indígenas. A competição reuniu atletas de 23 países e mais 24 etnias brasileiras. Entre as competições, indígenas aproveitaram para reivindicar o veto à PEC 215.

14 – Mortes

O esporte também teve grandes perdas em 2015. O piloto francês Jules Bianchi, que havia sofrido um acidente no GP do Japão em 2014, morreu em julho. O uruguaio Ghiggia, autor do gol decisivo da Copa de 1950 contra o Brasil, morreu aos 88 anos no dia 17 de julho, mesmo dia em que marcou o gol histórico. Em junho, Zito, bicampeão mundial pela seleção em 1958, morreu aos 82 anos.

15 - Pelé dá susto

Pelé na África do Sul
Creative Commons - CC BY 3.0 - Pelé na África do Sul

 

Em 2015, Pelé deu um susto nos fãs. Em maio, ele foi internado por causa de problemas na próstata. Em julho, sofreu complicações e voltou a ser internado. As internações levantaram dúvidas em relação à saúde do rei do futebol. Ele se recuperou e completou 75 anos em outubro.

Creative Commons - CC BY 3.0

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Deixe seu comentário